Início » Blog » Nem Lego, nem Arduino! Educador usa sucata para ensinar conceitos de robótica a professores do Recife

Robótica Livre na aprendizagem

Nem Lego, nem Arduino! Educador usa sucata para ensinar conceitos de robótica a professores do Recife

Mostrar que a robótica é capaz de dialogar com múltiplas áreas do conhecimento é o objetivo de uma das novas formações do Prof-Lab, programa de formações criativas, que encerra mais um ciclo de formações na manhã do próximo sábado, 10 de junho, na ABA Global Education em Boa Viagem. O curso Robótica Livre na Aprendizagem acontece das 8h30 às 12h30 e será guiado pelo educador Marcos Egito, que apresenta a Robótica Livre de forma prática, a partir de abordagens como a metareciclagem, a gambiologia e o movimento maker.

Quando pensamos em robótica logo nos vem à cabeça a ideia de mecanismos eletrônicos que se movimentam e piscam luzes. Também não é raro lembrar de androides de última geração como aqueles que costumamos ver nos filmes de ficção científica. No entanto, é importante destacar que, mais do que um conjunto de mecanismos isolados, a robótica é uma forma de pensar que nos ajuda a resolver problemas a partir da criação de artefatos.

Observando por esse ângulo, é possível perceber a robótica como uma metodologia ativa multidisciplinar capaz de evidenciar as competências dos aprendizes. Foi a partir dessa perspectiva que surgiu a Robótica Livre que faz uso de “sucata eletrônica” para estimular a criatividade e facilitar o entendimento e a aplicação dos conceitos da robótica em diferentes práticas pedagógicas.

Robótica Livre na aprendizagem

Militante-ativista do software livre e membro do movimento Robótica Livre, o educador Marcos Egito vem colhendo bons resultados na aplicação da Robótica Livre em projetos como as oficinas do projeto Robô Livre. Nelas crianças e jovens do Recife aprendem que é possível criar e resolver problemas com o que se tem à mão. “A Robótica Livre vem pra mostrar que robótica não é só exatas, robótica também é arte, é criatividade. É criando que desenvolvemos soluções e o que importa são os processos e não o fim”, afirma o educador.

Toda essa experiência será compartilhada por Marcos Egito na última formação da temporada 2017.1 do Prof-Lab, iniciativa de formação de professores promovida pela Pipa Comunicação, pelo Estúdio Abble de Aprendizagem e pela ABA Global Education que já formou centenas de docentes de diferentes cidades e áreas de atuação. Na ocasião os participantes vão entrar em contato com o universo da Robótica Livre a partir de atividades práticas e demonstrações como a utilização de uma impressora 3D e até mesmo o arduino. No entanto, o foco das produções é a utilização de sucata eletrônica para mostrar aos professores que é possível trabalhar com robótica de forma acessível.

Para participar do Prof-Lab não existem pré-requisitos. Serão apresentados conceitos de forma simples e objetiva, com atividades planejadas para que todos possam dar os primeiros passos no tema. As inscrições para a formação Robótica Livre na aprendizagem  podem ser realizadas até o dia 9 de junho através do link: http://bit.ly/proflabrla. Há desconto de 50% para professores das redes estaduais e municipais, além de opções de parcelamento e condições especiais para inscrições em grupo e ex-alunos do programa.

A imagem do topo desta postagem destaca robôs produzidos pelos alunos das oficinas do formador marcos egito no projeto Robô Livre. Crédito: Karla Vidal

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *